Sejam Amigos d’A Rocha

Faz parte de um grupo ou organização que:

  • Age em prol da conservação da biodiversidade?
  • É liderado por cristãos empenhados?
  • Está interessado em partilhar e aprender em conjunto com outros grupos de todo o mundo?

Se respondeu «Sim» às questões anteriores, então junte-se à Rede dos Amigos d’A Rocha!

Como membro da Rede, o seu grupo terá o apoio do Coordenador da Rede, Júlio Reis, e terá oportunidades de aprendizagem e trabalho em rede, assim como acesso à experiência d’A Rocha Internacional. Os Amigos d’A Rocha que se tornem entidades legalmente registadas e tenham planos mais formais podem, a seu tempo, querer tornar-se Projectos Associados.

A adesão à Rede dos Amigos d’A Rocha é gratuita. Por favor, note que não financiamos projetos, nem podemos ajudar o seu grupo a angariar fundos.

Contacte-nos para saber mais sobre como fazer parte da Rede, ou para entrar em contacto com um grupo perto de si.

A Rede inclui atualmente 11 Amigos, em quatro continentes:

Alemanha: Hoffnung für Mensch und Natur («Esperança para as pessoas e para a natureza»)

Trata-se de uma rede alemã de pessoas empenhadas na proteção da natureza, da biodiversidade e do clima, iniciando e implementando projectos de educação, investigação e conservação em conjunto com outras partes interessadas.

Desde 2015 que Hoffnung envia regularmente boletins informativos em alemão sobre atividades e eventos de cuidado da criação e sobre A Rocha Internacional. Têm feito divulgação em igrejas e eventos cristãos, por exemplo participando no Festival Freakstock desde 2013, onde têm liderado oficinas de Cuidados de Criação, saídas de campo, e consultoria para o festival sobre questões ambientais, tais como a implementação de um sistema de reutilização de pratos e talheres.

Estão a formar grupos de trabalho regionais e temáticos em várias áreas, tais como um projeto «Explorando a criação», Teologia da Criação, Comunicações, Oração, e Alimentação e Agricultura.

Encontre-os no Instagram e no Facebook, e contacte-os por e-mail.

Brasil: Reserva Ecológica Verdes Pastos

Criada em 1978, a Reserva Ecológica Verdes Pastos está localizada na Região Nordeste do Brasil, em Patos/PA, e dedica-se à protecção e restauro de uma área de 122 hectares no coração do bioma da Caatinga. A reserva inclui uma pequena escola, igreja e centro de retiros.

Verdes Pastos apoia activamente a investigação por cientistas e estudantes da Universidade Federal de Campina Grande e realiza regularmente passeios guiados para escolas, igrejas e grupos comunitários. Registam a vida selvagem existente no local através de contagens e de armadilhas fotográficas, e partilham os resultados no Facebook.

Veja Verdes Pastos no Facebook: www.facebook.com/ReservaVerdesPastos

Burundi: SHINE Burundi

SHINE contribui diretamente para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – ODS 7 (Energias Renováveis e Acessíveis) e ODS 13 (Ação Climática) – em pequenas comunidades rurais no Burundi. A sua abordagem holística envolve o estabelecimento de grupos de poupança e empréstimo, e permitir que os grupos adquiram sistemas de energia solar, a preço de custo, em 12 meses. Os sistemas solares têm melhor luz e emissões de CO2 mais baixas do que a iluminação de querosene que estão a substituir, e o modelo de aquisição traz confiança, dignidade e interdependência às comunidades devastadas pela guerra. Estão também à procura de formas de abordar as questões de segurança alimentar e da água potável de formas que tenham um baixo impacto na criação.

A SHINE foi fundada em 2002.

Camarões: Light For Nature

Light For Nature começou em 2016 entre vários estudantes de Geografia da Universidade de Buea, Camarões, entusiastas da sustentabilidade ambiental e da conservação na sua comunidade local. Isto levou-os a envolverem-se em várias atividades voluntárias na comunidade, servindo com as suas capacidades e talentos. As suas acções consciencializaram sobre a importância dos ecossistemas de mangue.

Estão actualmente envolvidos num projecto de replantação de mangais em várias comunidades no ribeiro Maberta-Bimbia, e na limpeza de resíduos plásticos em rios, praias, e outros ecossistemas costeiros. Recolhem regularmente plástico de rios que passam pelo Jardim Botânico de Limbé, considerado o segundo maior jardim de África.

Embora sediados na Região Sudoeste (anglófona) dos Camarões, os membros de Light For Nature falam tanto inglês como francês. O seu objetivo é ser um instrumento de paz dentro do país, atuando em prol da conservação da natureza tanto na região anglófona como na francófona, particularmente na região de Duala.

Pode encontrá-los em www.lightfornature.org e no Facebook.

Costa Rica: Casa Adobe

Casa Adobe é uma comunidade cristã intencional e uma associação legalmente constituída implantada em Santa Rosa, Província de Heredia, Costa Rica. Nasceu em 2013, quando pessoas de diferentes contextos e culturas se juntaram com um objectivo comum: ser bons vizinhos. A Casa Adobe procura promover o desenvolvimento humano integral, facilitar o intercâmbio cultural entre pessoas de diferentes contextos, cuidar do ambiente e estimular a sua proteção.

As suas actividades ambientais actuais incluem um projecto de compostagem da comunidade local e um plano para recuperar um dos «vizinhos» mais negligenciados da Casa Adobe: o rio Virilla. O Virilla desce da sua nascente nas florestas nubladas através de áreas densamente povoadas onde é afectado por esgotos, lixo e floresta ribeirinha degradada. A Casa Adobe está a reengatar a comunidade com o rio e a estabelecer ligação com outras partes interessadas.

Visite a Casa Adobe em casaadobe.org e no Facebook, Instagram e YouTube.

Croácia: Nada za ljude i prirodu («Esperança para as pessoas e para a natureza»)

A Croácia é um país com ecossistemas diversos: das montanhas nevadas às planícies e à costa do Mar Adriático. A visão da Nada é equipar os cristãos na Croácia para o papel que Deus lhes deu de serem bons administradores da criação, e desenvolver atividades práticas para proteger e restaurar os ambientes e comunidades locais, contribuindo para a beleza e a biodiversidade do país.

Em junho de 2022, organizaram e acolheram uma conferência internacional de cuidado da criação. Presentemente, estão a planear limpezas costeiras e fluviais e o desenvolvimento de uma comunidade cristã de agricultura biológica, e estão a pensar num projeto prático de educação ambiental para crianças nas igrejas.

Encontre-os no Instagram e Facebook, e inscreva-se nos seus e-mails.

Espanha: Centro Evangélico Cascadas

O Centro Cascadas fica em Alameda del Valle, uma pequena aldeia na Comunidade de Madrid, perto do Parque Nacional da Serra de Guadarrama. O trabalho aqui centra-se em quatro pilares temáticos: artes e criatividade; estudo, reflexão e discussão; hospitalidade; e cuidado da criação. Estão a desenvolver atividades práticas de conservação, tais como a limpeza do rio Lozoya e a plantação de um jardim biológico, mas estão também a procurar integrar mais profundamente o cuidado da criação nos seus outros pilares. Por exemplo, estão a organizar concursos de arte centrados em temas relacionados com o Vale de Lozoya (água, floresta, montanhas, aves, etc.), oferecendo perspectivas bíblicas sobre o cuidado da criação e oficinas de estilo de vida sustentável a grupos das igrejas, e promovendo os benefícios da natureza para o bem-estar da comunidade e dos convidados de Cascadas.

Nepal: União Cristã de Gaumukhi e Dhorpatan (CUZ)

Fundada em 2014, CUZ é uma aliança de igrejas de 12 pequenas localidades da Região Oeste do Nepal, ativas em auxílio humanitário, meios de subsistência sustentáveis e conservação da natureza.

Os seus projectos de plantação de árvores e de conservação da natureza numa das regiões mais rurais, remotas e carenciadas do Nepal ajudam os agricultores e a comunidade local, diversificando os meios de subsistência, aumentando a resiliência das comunidades e cuidando da natureza em meio aos efeitos nocivos das alterações climáticas.

Panamá: Huellas Panamá

Huellas Panamá (que significa «pegadas») nasceu em 2018 como um projecto em Kuna Nega, um povoado indígena fortemente afectado pela operação de Cerro Patacón, um dos principais aterros sanitários no Panamá. O projecto original aumentou a consciência ambiental na comunidade através da igreja comunitária e da criação de um ponto de recolha de resíduos.

Huellas Panamá está agora a criar uma Academia Virtual online para promover a teologia dos cuidados de criação e hábitos de consumo mais sábios; apoiar a reciclagem como podem (não há recolha de reciclagem no Panamá!) e a limpeza do lixo; e desenvolver um Programa de Excursões Ecológicas para criar oportunidades de amizade, recreação e aprendizagem sobre cuidados com a terra.

Visite Huellas Panamá em huellaspty.org e no Instagram e YouTube.

R.D. Congo: TRAFFED

Fundada em 2003, TRAFFED age nas áreas de igualdade de género na gestão sustentável de recursos naturais; educação ambiental com base bíblica; alívio da pobreza e redução das desigualdades de género; alterações climáticas e justiça climática; apoio em emergências humanitárias; e criação de empregos amigos do ambiente, envolvendo mulheres, jovens, crianças e comunidades marginalizadas e vulneráveis.

O trabalho da TRAFFED para proteger as ricas florestas do Maciço de Itombwe tem assumido muitas formas, tais como o estabelecimento do Institut Supérieur d’Ecologie pour la Conservation de la Nature (ISEC Katana), um instituto superior com um Departamento de Teologia Ambiental e Ecologia Humana; realização de levantamentos de biodiversidade, mapeamento, recolha de dados e sensibilização comunitária em áreas protegidas existentes e planeadas (por exemplo, Reserva Natural de Itombwe, Reserva Natural de Ngandja, Coutada de Caça de Luama-Kivu, Reserva Comunitária Lumbwe-Lulenge); e assistência às comunidades indígenas residentes na floresta na aquisição de títulos de terra para mais de 150.000 ha das suas florestas tradicionais.

TRAFFED advoga regularmente em favor da conservação da biodiversidade e cuidado da criação a nível nacional junto da Église du Christ au Congo, que congrega 25 milhões de aderentes.

Pode encontrá-los em traffed.org.

Singapura: Amigos d’A Rocha em Singapura

Formado em 2009, Amigos d’A Rocha em Singapura cresceu a partir de uma comunidade informal de voluntários e apoiantes d’A Rocha. Representa uma expressão local de cuidado da criação, inspirada na missão e valores d’A Rocha. Em 2012, a sua proposta de reconversão de uma linha férrea abandonada ganhou o primeiro prémio do concurso nacional de ideias para promover o sentido de pertença, o orgulho e o bem-estar das comunidades. Em 2015, desenvolveram um projecto de dois anos documentando a diversidade de anfíbios em 25 parques urbanos em Singapura e publicaram o primeiro livro sobre cuidado da criação em Singapura: God’s Gardeners: Creation Care Stories from Singapore & Malaysia («Jardineiros de Deus: Histórias de cuidadoda criação de Singapura e Malásia»; Graceworks, 2020), coeditado por Melissa Ong e Prarthini Selveindran.

Após o COVID, retomaram as atividades de grupo ao ar livre, tais como um BioBlitz local no Dia da Terra, e continuam o seu trabalho de desafiar os cristãos a integrarem a fé e a ecologia.

Shopping Basket

This website uses cookies to ensure you get the best experience on our website.